fbpx

Descubra se você tem direito
ao salário maternidade

Receba entre R$ 4.100,00 e R$ 7.900,00 e aproveite o seu tempo com os seus filhos!

Descubra se você tem direito
ao salário maternidade

Receba entre R$ 4.100,00 e R$ 7.900,00 e aproveite o seu tempo com os seus filhos!

Entenda em 2 minutos
como você pode receber o seu salário-maternidade.

O que é o Auxílio-
Maternidade

O Salário-maternidade é um benefício concedido para mães desempregadas
com registro na Carteira de Trabalho inferior a 2 anos do nascimento e
com filhos até 4 anos.

O benefício tem duração de até 120 dias e é necessário que o segurado atenda a alguns requisitos para a concessão do salário maternidade: Sendo assim, surgiu o salário maternidade ou auxílio maternidade, como é mais conhecido, que garante às mães, a partir do 8º mês de gestação, o provento para passar 120 dias com a criança, oportunizando dedicação integral das mães aos seus nascidos.
0 Anos
De experiência.
Mais de 0
Mães já foram beneficiadas.
De cada 0
98 mães recebem seu benefício.

Quem tem
direito a receber?

A licença-maternidade é um direito de todas as mulheres que trabalham no Brasil e que contribuem para a Previdência Social (INSS).

Vale para a mãe:

  • Que estava desempregada quando ganhou bebê;
  • Que pediu demissão;
  • Que foi demitida por justa causa ou não;
  • Que perdeu o bebê ainda estando grávida;
  • Que ainda esteja grávida e desempregada.

Quanto mais rápido iniciar o processo, mais rápido receberá seu benefício.

QUAL O VALOR DO BENEFÍCIO?

O cálculo do valor do Salário-maternidade é feito pelo INSS, ele está programado para cumprir o que é previsto na legislação em vigor e definir o valor inicial que vai ser pago mensalmente ao cidadão em função do benefício a que teve direito.

Vale ressaltar que o valor do auxilio não poderá ser inferior ao salário-mínimo.

O benefício pode chegar a R$ 7.900, e o valor mínimo é, em média, de R$ 4.100.

Quanto mais rápido iniciar o processo, mais rápido receberá seu benefício.

ALGUMAS MÃES QUE JÁ RECEBERAM O BENEFÍCIO ATRAVÉS DA G7 ASSESSORIA